Legislação - Lei Ordinária


Lei nº 1215/1988 Data da Lei 04/04/1988


Show details for Texto da LeiTexto da Lei
Hide details for Texto da LeiTexto da Lei

O Presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, nos termos do Artigo 193, § 4º, da Constituição Estadual, promulga a Lei nº 1215, de 4 de abril de 1988, oriunda do Projeto de Lei nº 1870, de 1987.

LEI Nº 1.215, 4 DE ABRIL DE 1988
Autor: Vereador Maurício Azêdo

Art. 1º - A realização de obras rodoviárias, metroviárias e hidroviária em território do Município fica condicionada à autorização da Prefeitura, que decidirá sobre seu traçado ou localização, a oportunidade de sua implantação e o prazo de sua execução, mesmo quando se tratar de obra de iniciativa e responsabilidade da União ou do Estado do Rio de Janeiro, ou de ambos.

Art. 2º - A Prefeitura só concederá a autorização referida no artigo 1º se seus órgãos técnicos específicos informarem que a obra:

a) não produzirá impactos negativos, sobretudo no que concerne à preservação do meio ambiente e à integridade da paisagem natural e urbana da Cidade;

b) não afetará, parcial ou totalmente, espaços de utilização social;

c) não causará danos ao bem-estar coletivo;

d) não destruirá ou mutilará bens públicos ou privados de valor histórico, artístico ou cultural.

Parágrafo Único - A autorização será da competência privativa do Prefeito.

Art. 3º - Quando a obra projetada ou programada acarretar violação do disposto nas letras, a, b, c e d do art. 2º e mesmo assim for autorizada pelo Prefeito, qualquer cidadão ou associação comunitária poderá solicitar seu embargo, até que a decisão seja revista.

Art. 4º - Se a revisão culminar com a ratificação da autorização e persistir o risco de lesão aos bens sob proteção desta Lei, a Prefeitura submeterá sua decisão à aprovação, em plebiscito, dos cidadãos com residência na área atingida pela obra, dentro de 90 (noventa) dias contados da data da nova decisão.

Art. 5º - Será considerado válido o plebiscito a que acorrerem 10% (dez por cento) dos cidadãos residentes na área.

Art. 6º - Apurada a votação, a Prefeitura procederá à imediata divulgação de seu resultado e acatará o pronunciamento favorável ou contrário dos votos válidos, para o fim de manter ou revogar a decisão submetida à consulta popular.

Art. 7º - O plebiscito será organizado e dirigido pela Administração Regional da respectiva Região Administrativa, ou das respectivas Regiões Administrativas, quando a obra envolver mais de uma região.

Art. 8º - Fica assegurado às associações comunitárias e aos partidos políticos o direito de fiscalizar o processo de votação e de apuração do plebiscito.

Art. 9º - O Poder Executivo regulamentará esta Lei dentro do prazo de 60 (sessenta) dias contados da data de sua publicação.

Art. 10 - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Câmara Municipal do Rio de Janeiro, 4 de abril de 1988.

ROBERTO RIBEIRO
Presidente

Status da Lei Em Vigor

Show details for Ficha TécnicaFicha Técnica
Hide details for Ficha TécnicaFicha Técnica

Projeto de Lei nº Proj. Lei 1870/87 Mensagem nº
Autoria VEREADOR MAURÍCIO AZÊDO
Data de publicação DCM 04/06/1988 Página DCM
Data Publ. partes vetadas Página partes vetadas
Data de publicação DO Página DO

Observações:


Promulgado Lei nº 1215/88 em 04/04/1988
Veto: Total
Tempo de tramitação: 215 dias.
Publicado no DCM em 10/12/1987 pág. 5 - PROMULGADO
Publicado no DCM Nº 37 em 06/04/1988 pág. 2/3 - REP.
Publicado no D.O. RIO Nº 23 em 20/04/1988 - PROMULGADO

Forma de Vigência Promulgada




Show details for Leis relacionadas ao Assunto desta LeiLeis relacionadas ao Assunto desta Lei
Hide details for Leis relacionadas ao Assunto desta LeiLeis relacionadas ao Assunto desta Lei




HTML5 Canvas example