Discurso - Vereador Prof. Célio Lupparelli -

Texto do Discurso

O SR. PROF. CÉLIO LUPPARELLI – Senhor Presidente, Vereador Rocal, demais vereadores, senhoras e senhores.
Nossa vinda até esta Tribuna tem o objetivo de registrar uma grande conquista que a cidade teve ontem, no que tange à instalação do Fórum Municipal de Educação. Realizamos, ontem, às 10 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal, o Fórum Municipal de Educação, que comemorou um ano de existência da Lei nº 6.362/18, de autoria do Poder Executivo.
Zelar pela efetiva e eficaz aplicação do Plano Municipal de Educação é uma das suas principais tarefas. Isso quer dizer que o Fórum tem essa meta, essa atribuição, esse compromisso. Mas não é só o fórum: é preciso alertar que a educação é responsabilidade de todos – isso já está contemplado na nossa Constituição. Então, é preciso que a gente saia do discurso para a prática para, efetivamente, termos o Brasil como o país da educação. Então, o papel deste fórum é fiscalizar as políticas públicas de educação, fazendo a avaliação e o monitoramento contínuo.
Estaremos, pelo Fórum, acompanhando o desenvolvimento das metas e das estratégias do Plano Municipal de Educação. O plano deve ser ativo, vivo e conectado com os outros setores da política pública, como, por exemplo, cultura, esporte, saúde. Para dar ainda mais força a esse nosso fórum, ontem foi publicada no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro a resolução que institui o Fórum do Plano Municipal de Educação, que é constituído de forma paritária, ou seja, metades de representantes governamentais, metade da sociedade civil. Todos sabemos que só se constrói uma grande nação investindo-se na educação. A única arma que pode reduzir as desigualdades sociais e, como consequência, minimizar as tensões sociais e a criminalidade, é uma oferta de educação inclusiva, universal e de boa qualidade. A sociedade tem a obrigação de pressionar as autoridades responsáveis pelas políticas públicas, para que efetivamente cuidem da educação, mesmo aquelas pessoas que não usam a educação pública devem ter esse compromisso, participar dessa cruzada. Essa é verdadeiramente uma questão de civismo.
Acompanhar o Plano Municipal de Educação é vital para que essas políticas educacionais efetivamente se concretizem, pois sem educação não há uma nação livre e soberana.
Senhor Presidente, o Brasil é conhecido como o país do futebol. Ao longo da história já foi considerado o país do açúcar, o país do café e o país da mineração. Queremos que o nosso país, que o Brasil seja conhecido, a partir de agora, como o país da educação.
Muito obrigado.