OFÍCIOCMRJ549
Rio de Janeiro, 15 de Abril de2016


Dirijo-me a Vossa Excelência para comunicar que, nesta data, sancionei o Projeto de Lei nº 1715, de 2016, de autoria do Poder Executivo, que “Estabelece penalidades aos usuários do Serviço Público de Transporte Coletivo por meio de Veículos Leves sobre Trilhos - SSPVLT nos casos que especifica e dá outras providências”, cuja segunda via restituo-lhe com o presente.
Aproveito o ensejo para reiterar a Vossa Excelência meus protestos de alta estima e distinta consideração.

EDUARDO PAES


Ao
Exmo. Sr.
Vereador JORGE FELIPPE
Presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro


LEI Nº 6.065, DE 15 DE ABRIL DE 2016.

O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO
faço saber que a Câmara Municipal decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
CAPÍTULO I

DISPOSIÇÕES PRELIMINARES


Art. 1º Os usuários do Serviço Público de Transporte Coletivo por meio de Veículos Leves sobre Trilhos - SSPVLT devem realizar o pagamento da tarifa vigente do serviço, ressalvadas as gratuidades previstas em lei.

§ 1º Sem prejuízo do acima, os usuários do - SSPVLT devem também observar as regras de utilização dos serviços previstas no Regulamento do SSPVLT.

§ 2º O descumprimento das obrigações previstas nesta Lei sujeitará o usuário à penalidade citada no Capítulo II, sem prejuízo das demais previstas na legislação aplicável.

§ 3º As autoridades competentes poderão retirar das estações e veículos do SSPVLT os usuários que descumpram suas obrigações legais ou regulamentares.

CAPÍTULO II
DA PENALIDADE

Art. 2º Fica estabelecida a seguinte penalidade:

Utilizar o Serviço Público de Transporte Coletivo por meio de Veículos Leves sobre Trilhos – SSPVLT sem o pagamento espontâneo da tarifa no momento de acesso ao Sistema:
Penalidade: Multa de R$ 170,00 (cento e setenta reais).

Art. 3º A multa prevista nesta Lei será aumentada pela metade nos casos de reincidência.




Art. 4º A aplicação da penalidade prevista por esta Lei caberá ao órgão ou entidade municipal definida em Regulamento pelo Poder Executivo.

Art. 5º As multas aplicadas deverão ser pagas em até dez dias úteis da data da notificação ao infrator.

Parágrafo único. As multas não pagas no prazo estabelecido no caput sujeitarão o infrator à inscrição do seu nome nos Órgãos de Proteção ao Crédito e na Dívida Ativa do Município.

Art. 6º O infrator poderá apresentar recurso contra a aplicação da penalidade, até a data limite para o pagamento da multa.

Parágrafo único. O órgão competente e os procedimentos para o julgamento dos recursos contra a penalidade estabelecida por esta Lei serão definidos por Regulamento do Poder Executivo.

CAPÍTULO III
DISPOSIÇÕES FINAIS

Art. 7º O Poder Executivo regulamentará esta Lei em até sessenta dias, contados da data de sua publicação.

Parágrafo único. O Regulamento deverá prever período de realização de campanha educativa aos usuários antes do início da aplicação das multas previstas nesta Lei.

Art. 8º O valor em reais estipulado nesta Lei será reajustado de acordo com o índice e o período aplicáveis aos reajustes dos créditos tributários municipais.

Art. 9º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.




EDUARDO PAES

Legislação Citada



Atalho para outros documentos



Informações Básicas

Código20161100632AutorPODER EXECUTIVO
ProtocoloMensagem
Regime de TramitaçãoOrdináriaTipo Ofício TCM

Datas:
Entrada 04/18/2016Despacho 04/18/2016
Publicação 04/19/2016Republicação

Outras Informações:
Pág. do DCM da Publicação 3/4 Pág. do DCM da Republicação
Tipo de Quorum Motivo da Republicação

Observações:




Comissões a serem distribuidas

01.:A imprimir


Hide details for TRAMITAÇÃO DO  OFÍCIO Nº 549TRAMITAÇÃO DO OFÍCIO Nº 549

Cadastro de ProposiçõesData PublicAutor(es)
Hide details for OfícioOfício
Hide details for 2016110063220161100632
Red right arrow Icon
ENCAMINHA SANÇÃO AO PROJETO DE LEI Nº 1715/2016 - LEI Nº 6.065/2016. => 20161100632
04/19/2016Poder Executivo




HTML5 Canvas example