SESSÃO - EXTRAORDINÁRIA
Pela Ordem




Texto

O SR. ALEXANDRE ISQUIERDO – Senhor Presidente, senhoras e senhores vereadores, boa tarde. Acho que não vou usar os cinco, seis minutos, espero que não, mas é só para esclarecer algumas coisas da fala do Vereador Fernando William.
Vamos lá. Primeiro, quero esclarecer ao Vereador Fernando William que não fiz nenhuma live. Fiz a minha colocação no Grande Expediente. Fui o primeiro a ser inscrito. Pelo visto, o senhor não estava na Sessão, mas não fiz edição nenhuma, não fiz nenhuma live. Aquilo que está sendo divulgado está na íntegra, exatamente na íntegra do que falei aqui, mas vou repetir, vou aqui reproduzir a sua fala em relação à minha ponderação.
Olha o que o senhor falou: “Sou médico, sou cardiologista e atendo em uma clínica na Penha. Perdi há poucos dias uma idosa, aliás, morreram ela e o filho. Morreu ela em um dia e o filho morreu três dias depois. Os dois eram frequentadores da igreja do Pastor Silas Malafaia, que andou dando declarações de quem fosse...".
Você diz o seguinte: "Não sei exatamente, e não quero ser leviano, mas que quem fosse à igreja dele estaria salvo por Jesus. A velhinha acreditou, se deu mal e acabou indo o filho dela junto". Essa foi a sua fala, Vereador Fernando William, em uma Audiência da Secretaria tratando da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) sobre envelhecimento saudável. Então, é para deixar claro que não foi em nenhuma live; foi na Sessão.
A segunda coisa é: você cita que se não fosse o Pastor Silas, eu não teria o mandato. Se não fosse por Deus, pelo Pastor Silas e por milhares de eleitores da Cidade do Rio de Janeiro, realmente eu não teria o meu mandato. Mas, diferentemente de Vossa Excelência, sou um cara que honra, um cara fiel a quem me ajuda, a quem me apoia. Sou um camarada que é grato, diferentemente de Vossa Excelência, que está no seu mandato graças ao apoio de uma grande amiga – não vale aqui citar o nome – que Vossa Excelência traiu. Mas isso é uma particularidade sua. Já que você citou a minha, estou citando a sua. Acho que você não vai mais ter o apoio dessa pessoa.
Vamos lá! Em relação ao Pastor Silas, a sua fala foi, sim, leviana, Vereador Fernando William! Primeiro, porque você cita que a sua dita paciente é uma idosa. Você falou idosa para contextualizar a Audiência da qual o senhor estava participando. Portanto, trata-se de Selma Campos, de 44 anos. Não é nenhuma idosa. Você ouviu falar isso de alguém lá na clínica. Você ouviu falar o canto da sereia e, de forma leviana, fez esse comentário maldoso, totalmente maldoso.
Outra coisa que quero esclarecer, Vereador Fernando William: o Pastor Silas, desde o dia 20 de março, quando foi determinado o fechamento de comércio e igrejas, a nossa igreja não tem culto presencial. Não sei de onde você tirou isso! O que você deve ter é informação de cultos anteriores! Mas são cultos on-line desde o dia 20 de março, Vereador Fernando William! O que temos é a Assembleia de Deus Vitória em Cristo (Advec) fora do Rio de Janeiro, onde já estão permitidos os cultos. Em momento algum o Pastor Silas incitou membros a irem à igreja com a garantia de que Jesus iria curar! Olha bem para mim! O que o senhor quis dizer foi que o Pastor Silas insinuou: "Venha para a minha igreja, venha para os cultos, porque Jesus vai curá-lo de Covid-19, ninguém vai ser contaminado.” Mas essa “velhinha” e o filho caíram na lábia dele!
Então, o senhor foi maldoso, foi uma fala leviana, sim! Está certo! Leviana, sim! Não sei o que você ganha com isso, Vereador Fernando William! Sinceramente, não sei.
Vossa Excelência disse aí, na sua fala, que coisas particulares se tratam em particular. O que você quis dizer com isso? Seja mais claro! Parece até que estou na época do ginásio, quando a gente falava assim: "Olha, eu te pego lá fora! Vamos resolver lá fora!".
Então, quero dizer para você, Fernando William, que da forma que você vier falar comigo, se for de uma forma educada, como sempre fui contigo, educado serei. Está certo? Mas se você vier com esses argumentos, com essas insinuações, o senhor terá resposta! Pode ter certeza disso! Está certo? Pode ter certeza disso! Foi desproporcional a sua fala, irresponsável, criminosa, e você vai ter a oportunidade de provar, não é para mim, Vereador Fernando William, mas na Justiça. O Pastor Silas vai te processar, porque foi criminosa e irresponsável a sua fala, induzindo que, infelizmente, dois membros da minha igreja morreram. Morreram, Fernando William, morreram de Covid-19, mas você insinua que caíram na lábia do Pastor Silas. “Foram para o culto, pegaram a Covid-19 e morreram”. Isso é molecagem, Fernando William! O que você falou é muito grave! É inadmissível! Inadmissível! Então, estão aqui os esclarecimentos.

O SR. PRESIDENTE (JORGE FELIPPE) – Senhor Vereador, seu tempo está encerrado.

O SR. ALEXANDRE ISQUIERDO – Desde o dia 20 de março, só tem culto on-line na Advec. Não tem culto presencial. Talvez você tenha visto o culto de outro local, de outro estado; mas na capital e no estado não tem.

O SR. PRESIDENTE (JORGE FELIPPE) – Tempo encerrado.

O SR. ALEXANDRE ISQUIERDO – Obrigado, Senhor Presidente.