SESSÃO - EXTRAORDINÁRIA
Pela Ordem




Texto

O SR. LUIZ CARLOS RAMOS FILHO – Boa tarde, Presidente. Boa tarde, senhoras e senhores vereadores. Na Sessão passada, fiz um pedido de inversão de pauta, mas a gente não conseguiu. Estou fazendo novamente.
Eu tinha um projeto do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) para ser votado. A pedido do Vereador Dr. Jairinho, ele tinha sido adiado duas vezes. A gente fez a substituição e o nosso projeto foi lá para trás. Então, a gente não está furando a fila de maneira nenhuma, mas solicitando o apoio dos colegas na inversão de pauta.
É um projeto que considero importante, que é a internação dos pacientes. Por algum motivo, a Secretaria Municipal de Saúde da Cidade do Rio de Janeiro tem a necessidade de transferir para outro município. Quando esse paciente tem alta, ele tem que se virar para voltar para a sua cidade de origem, que é aqui no Rio de Janeiro. E, quando há óbito, a família tem que arcar com um custo elevado, altíssimo.
Tenho conversado com algumas famílias que passaram por isso e isso está errado. Conversei com a Secretária Ana Beatriz Busch. Ela até relatou que, muitas das vezes, não dá tempo de avisar para a família. É na madrugada, não dá para ligar. É necessário, realmente, que a Saúde Municipal do Rio de Janeiro seja responsável, uma vez que é indiferente à vontade do paciente. Muitas das vezes, ele vai sedado transferido, acorda sem entender nada em outra cidade, em outro hospital. Então, peço apoio de todos vocês na inversão de pauta.
Eu queria só parabenizar o Vereador Rocal, homem muito dedicado, muito carinhoso no trato em resolver os problemas. Também queria saudar o nosso colega Carlo Caiado – é queridíssimo por todos; um cara de que todo mundo gosta, é impressionante – e o Matheus, que passou pela Câmara de Vereadores também – um garoto muito educado, um cara que ficou no nosso coração. Se Deus quiser, ele vai estar com a gente na próxima legislatura.

O SR. DR. JAIRINHO – Vereador, o Senhor me permite um aparte?

O SR. LUIZ CARLOS RAMOS FILHO – Um aparte, Vereador Dr. Jairinho.

O SR. DR. JAIRINHO – Senhor Presidente, senhoras e senhores vereadores, só para não esquecer que o Rocal continua sendo nosso 2º Secretário. Então, Caiado, vou me reportar ao meu 2º Secretário, porque já vi que ele me trata bem. Um beijo grande para o Caiado, que é nosso irmão, nosso amigo.
Presidente, eu só queria falar um pouco, indo na fala do Vereador Paulo Pinheiro e de todos os vereadores. O Prefeito falou em dominar a curva. Olha só. Isso me parece aquela história do filho que foi viajar e manda um bilhete para o pai: “Pai, mande-me dinheiro”. O pai lê aquilo e pensa: “Que garoto sem vergonha, fica me pedindo dinheiro”. A mãe diz: “Deixe-me ler”. Ela lê o mesmo bilhete, mas de outra forma: “Pai, mande-me dinheiro”, pedindo com carinho.
Então, quando o Prefeito fala em dominar a curva, ele não falou que dominou porque dominou a pandemia, dominou a doença. Dominar a curva é estudar e entender a curva; entender os aspectos da doença; como a comunidade médica está começando a entender a curva; como são os tratamentos; se os leitos de UTI estão sendo resguardados; se os leitos estão suficientes; se conseguiu fazer com que a retaguarda estivesse mais bem guarnecida.
É isso. A gente está vendo a catástrofe pela qual está passando o Governo do Estado. E o Governo do Município tem feito um trabalho bem-feito na Saúde. Os hospitais de campanha do Riocentro foram entregues, o Ronaldo Gazolla está todo para a Covid-19.
Enfim, tem-se dominado a curva nesse aspecto, no sentido de que o Rio de Janeiro e a SMS têm, hoje, como entender o que está acontecendo e trabalhar para que seja feito o melhor. Logicamente, ninguém no mundo dominou a doença. É diferente dominar a doença e dominar a curva: dominar a curva é você entender as demandas do seu município, é entender como os médicos as estão tratando.

O SR. THIAGO K. RIBEIRO – Vossa Excelência me permite um aparte?


O SR. LUIZ CARLOS RAMOS FILHO – Tranquilo.

O SR. THIAGO K. RIBEIRO – É só para reiterar o pedido que já foi feito ao Presidente. O Presidente está tentando isso também. É o pedido da comissão científica, Dr. Jairinho, que está orientando o Prefeito a ter essa reunião com a Câmara dos Vereadores. É muito importante.
Os vereadores estão debatendo muito sobre esse tema. Há vereadores que são totalmente contra e que estão se manifestando de forma contrária à abertura desde o primeiro dia; há outros que querem reabrir. Chegou a hora de a gente discutir isso com mais informação, e essa comissão, sem dúvida, pode esclarecer todos nós.
Desculpe, Vereador Luiz Carlos Ramos Filho.

O SR. DR. JAIRINHO – Vereador Luiz Carlos Ramos Filho deu o aparte do aparte.
Também acho isso. Acho que em momento nenhum a Prefeitura foi negligente com o isolamento social. Está só pesando as coisas que têm acontecido, e vamos estudar juntos a melhor maneira de fazer isso, vamos contribuir também. Tenho certeza disso.
Obrigado, Senhor Presidente. Desculpe, Vereador Luiz Carlos Ramos Filho, por entrar na sua fala.

O SR. LUIZ CARLOS RAMOS FILHO – Valeu, irmão! Abraço.