Discurso - Vereador Otoni De Paula -

Texto do Discurso

O SR. OTONI DE PAULA – Senhor Presidente, eterno Professor Rocal, senhoras e senhores vereadores, eu peço apenas que Vossa Excelência libere a entrada de dois amigos que ali estão para participar.
Senhor Presidente, Michel Temer está vivendo um momento de autoestima. Ele, que conseguiu bater o seu próprio recorde de impopularidade, porque antes de Michel Temer nenhum outro presidente foi tão impopular, a não ser o próprio Michel Temer, aumentou agora sua impopularidade para 82%. Mas isso não abala a autoestima do Temer. E ele não cansa de rasgar autoelogios sobre si mesmo.
Agora, algo me chamou muita atenção e me revoltou. Eu que sou cristão, temente a Deus, não aguentei. Michel Temer, no auge da sua autoestima, disse: “Eu não sei como Deus me colocou na Presidência.” Ah, Professor Rogério Rocal, fiquei muito revoltado. Porque um dos princípios bíblicos para os cristãos é não usar o nome de Deus em vão.
E Michel Temer diz que Deus o colocou na Presidência da República. Meu Deus! Eu tenho certeza de que Michel Temer foi colocado por qualquer pessoa, até pelo Satã, menos por Deus. Deus é santo!
Então, quero dar um conselho para o Presidente Michel Temer, já no final da sua via dolorosa, sangrando até dezembro, se deixarem-no terminar o governo. Acho que aqui eu posso falar. Presidente Michel Temer, pelo amor de Deus, tema a Deus e respeite Seu nome. Não use mais o nome de Deus. Lave a boca.
Eu trouxe aqui um potinho. Tem sabão aqui. Vou ensinar como o senhor lava a boca. É assim. Se puder, lave até a língua. Depois pegue uma toalha e enxugue a boca. Mas não abra essa sua boca para falar de Deus não, porque quem o colocou aí não foi Deus. Se Deus tivesse colocado Michel Temer no poder, seria responsável por todas essas desgraças que esse Governo corrupto tem feito nesta Nação.
O segundo assunto que me traz aqui é que as ONGs mundiais começaram a se manifestar, agora, às vésperas da Copa do Mundo, sobre os perigos que envolvem a Rússia. Várias ONGs têm aproveitado a Copa do Mundo para mostrar que a Rússia de Vladimir Putin, socialista, comunista, viola os direitos humanos, principalmente o direito de expressão. Na Rússia, quem discorda do presidente é preso, morre na cadeia, o que é comum nos países socialistas e comunistas. São assim os países socialistas e comunistas.
Mas o que me chamou mais atenção, senhoras e senhores, nobre Vereador David Miranda, eleito para defender, entre outros temas da cidade, os amigos do movimento LGBT, é o seguinte: O Itamaraty e o Ministério do Esporte lançaram nesta quinta-feira o Guia Consular do Torcedor Brasileiro que for à Copa do Mundo. Entre as várias recomendações, fizeram um alerta à comunidade LGBT. A recomendação é para que não haja demonstração pública de carinho entre os gays na Rússia. Isso envolve tocar, beijar, andar de mãos dadas. Vou ler: “Não são comuns na Rússia manifestações intensas de afeto público, mas recomenda-se em particular à comunidade LGBT evitar demonstrações homoafetivas em ambiente público, que podem ser consideradas propaganda de relações sexuais não tradicionais, feita a menores.”
Isso prevê até deportação. Ou seja, o gay que for à Copa do Mundo e quiser dar um beijinho de língua no seu companheiro, ou na sua companheira, pode ser deportado e nem assistir à Copa. Na realidade, a lei está em vigor desde junho de 2013. Ela proíbe manifestações LGBT em locais públicos onde crianças estão presentes. E, prestem atenção, entre os banimentos estão a Parada do Orgulho Gay – que não tem na Rússia – e distribuição de materiais que divulguem relações entre pessoas do mesmo sexo. Uma pesquisa de 2013, conduzida pelo Centro Russo de Estudo e Opinião, dá conta de que 90% dos russos são contra manifestação de amor entre homossexuais em público e, principalmente, na frente de crianças.
Senhor Presidente, estou ansioso para ver o Vereador David Miranda defender seus amigos homossexuais. Quero aproveitar que sua assessoria me acompanha sempre quando eu falo. Aliás, o gabinete do Vereador David Miranda fica ao lado do meu. David e amigos da esquerda, logo a Rússia, um país amado, festejado pela esquerda... Logo a Rússia, com sua revolução comunista, que serve de inspiração para o PSOL, para o PT, para o PC do B, para a esquerda maquiada da REDE, para o PDT e para o próprio PSDB, que é um partido de esquerda mascarado de direita!
Todos os países socialistas e comunistas perseguem, em algum nível, o cidadão homossexual. Mas o Brasil continua sendo o país mais homofóbico do mundo, que mais mata homossexuais; deixem-me até chorar, enxugar minhas lágrimas, porque este país não respeita os homossexuais. Caô! História! Mentira! Agora, por que a esquerda faz essa mentirada toda? Ao mesmo tempo em que diz que nosso país é homofóbico, fecha os olhos para a cultura comunista, homicida e homofóbica dos países socialistas e comunistas. Sabem por quê? Porque eles precisam criar, precisam construir no Brasil, que é um país conservador, que é um país de família, um sentimento vitimista.
Eles sabem que os pleitos deles não passarão pelo meio democrático. Então, eles financiam, de alguma forma, a ditadura do judiciário. É assim que o STF vem aprovando o assassinato de crianças, através do aborto. É assim que o STF tem aprovado a união estável entre pessoas do mesmo sexo – que eles chamam de casamento, mas não é casamento! Casamento, no Brasil, é homem com mulher e mulher com homem. O resto, segundo o STF, é união estável. Tudo isso desrespeitando o foro correto das leis, que é o Legislativo.
E por quê? Por que eles usam o STF para legislar suas causas, e não o Congresso Nacional? Porque o Congresso Nacional representa a sociedade conservadora do Brasil, que foi formada através da cultura judaico-cristã; que entende que Deus existe; que entende que a Bíblia é a palavra de Deus, portanto, nossa regra de fé e de prática. Estou falando do entendimento da maioria dos brasileiros, de que Deus estabeleceu a família tradicional, ou seja, homem e mulher, como manifestação da sua vontade, do seu caráter; pois estes, homem e mulher, são a imagem e semelhança, não só biologicamente, mas também a expressão da sexualidade de Deus. Que homossexualidade é proveniente de comportamento, não de uma constituição biológica, fruto de uma condição mental deturpada. Apesar de tudo isso, a Bíblia nos ensina que devemos respeitar todos os que não querem seguir os princípios divinos; ou que acham até que Deus não existe.
Então, Senhor Presidente, atacar o brasileiro, viver em um país democrático é bom por causa disso: eu falo que eu quero, do jeito que quero, conto a história que eu quero, porque eu tenho liberdade para isso.
Eu termino, Senhor Presidente, apenas dizendo o seguinte: se o Brasil é o país que mais mata homossexuais no mundo, eu pergunto: de onde vem esses dados? Que secretaria de segurança apresentou esses dados? Foi o Ministério da Justiça? Não. Esses dados são fabricados, Senhor Presidente, por ONGs ligadas ao movimento LGBT. Para quê? Para criar o vitimismo neste país.
Muito obrigado, Senhor Presidente.