SESSÃO - EXTRAORDINÁRIA
Pela Ordem




Texto

O SR. DR. JAIRINHO – Boa tarde a todos!
Presidente, uma pergunta à Mesa. Eu tenho a resposta, mas é só para dar conhecimento ao Plenário. Nós estamos prontos hoje para votar a LDO, Lei de Diretrizes Orçamentárias. Eu ia propor que nós derrubássemos esta Sessão para que votássemos a LDO, porque tem um monte de destaque, só que não adianta.
Se nós derrubarmos a Sessão agora, uma nova sessão só pode ser convocada às 18h. Então, o efeito prático daquilo que eu imaginava, que seria a dedicação da Sessão de hoje à LDO, porque ela está em regime de prioridade, não de urgência... Por isso também não posso fazer a inversão de pauta, por estar em regime de prioridade.
A única coisa que me restaria era pedir, num consenso com todos os vereadores, que derrubassem a Sessão e dedicássemos a Sessão de hoje à LDO, porque é importante e é extensa a discussão. Resta-nos votar numa Extraordinária, às 18 horas. Mas creio eu que é uma votação demorada, e tive a oportunidade de conversar com alguns vereadores que não podiam ficar após as 18 horas.
Pergunto a Vossa Excelência para que possamos aqui tomar uma decisão de pedir uma Extraordinária às 18 horas ou deixar para votarmos a LDO na quinta-feira – também não tem problema, para mim não tem diferença. Mas essa coisa de deixar para votar na Sessão de hoje, no horário que a gente destinou para este expediente, não vai dar, porque uma nova sessão, com outra matéria, tem de ser às 18 horas, não é? Então, ou deixa transcorrer a Sessão normalmente e votamos a LDO após as 18 horas; ou deixamos para votar a LDO na próxima quinta-feira, haja vista que já tem as 26 assinaturas regimentais para dar prosseguimento aos trabalhos da Câmara no decorrer do mês de julho.
Passo essa informação para Vossa Excelência para que possamos compartilhar com os amigos e tomar a decisão em conjunto.
Muito obrigado, Senhor Presidente.

O SR. PRESIDENTE (JORGE FELIPPE) – Dr. Jairinho, não vejo nenhum problema em realizar a Extraordinária hoje ou na quinta-feira – o que os vereadores deliberarem está bem. O único problema é que, se for hoje, não vou poder: tenho uma consulta médica marcada para as 18h15. Aí a Tânia preside, caso seja a Extraordinária ainda hoje.

O SR. DR. JAIRINHO – Presidente, reputo que a presença do senhor na LDO é importante. Acredito, então, que possamos deixar para a quinta-feira que vem.

O SR. PRESIDENTE (JORGE FELIPPE) – Por mim pode fazer na quinta, pode fazer amanhã. Não tenho problema, não. Não tenho nenhum problema.

A SRA. ROSA FERNANDES – Presidente, eu poderia opinar, não?

O SR. DR. JAIRINHO – Pode, claro, Rosa. Deve. Você é da Comissão de Orçamento.

A SRA. ROSA FERNANDES – Pois é, Vereador Jairinho. Pensei que o senhor conversaria comigo, não é? Fazer uma proposta de antecipar ou de postergar.

O SR. DR. JAIRINHO – Não, porque você já soltou o parecer. Por isso falei. E já está pronto. Você já trabalhou à beça. Agora…

O SR. THIAGO K. RIBEIRO – Agora você está me lembrando o Jorge Braz, Rosa. Engraçado vocês combinarem isso tudo e deixaram de combinar comigo, o Presidente da Comissão.

O SR. PAULO MESSINA – Foi bem lembrado, Thiago.

O SR. DR. JAIRINHO – Rosa, você já trabalhou arduamente. Aliás, diga-se de passagem, essa é uma das comissões que mais trabalha na Casa – uma delas, não é? –, porque passa aí o tempo todo trabalhando... Mas, enfim, você já entregou o trabalho pronto; agora é a nossa vez de trabalhar.
Mas vamos lá. O que você acha que se deve fazer?
Rosa? Será que caiu a internet dela?
Mas é isso, Presidente. Acho que tanto faz. Para mim, estou aqui para a gente trabalhar no consenso, porque é uma matéria que requer…

O SR. PRESIDENTE (JORGE FELIPPE) – Jairinho, o que decidir está bom. Decide aí.

O SR. DR. JAIRINHO – De qualquer forma teremos Sessão Extraordinária de 16 às 18 horas, aí os líderes e a Rosa, quando voltar à Sessão, decidimos juntos se será hoje ou na próxima sessão.

O SR. FERNANDO WILLIAM – Jairinho, estou sendo informado aqui que amanhã haveria uma reunião para discutir metas da LDO. Então, votarmos hoje talvez seja precoce. Valeria a pena, talvez, passarmos para quinta-feira e (...) esse debate mais intenso sobre situações que você considera importantes de serem debatidas e sanadas.

O SR. DR. JAIRINHO – Maravilha, então. Por mim tudo bem, não tem problema nenhum.
Presidente, dá para a gente colocar a LDO, chegar ao consenso de colocar a LDO na quinta-feira como sendo a única matéria a ser votada? Já que ela está em regime de prioridade, se chegarmos ao consenso...

O SR. PRESIDENTE (JORGE FELIPPE) – Sem problemas. Ela vai demandar tempo para ser discutida. Vai ter destaque.

O SR. DR. JAIRINHO – Muito tempo. Vamos decidir isso. Obrigado.