Show details for Texto Inicial do Projeto de LeiTexto Inicial do Projeto de Lei
Hide details for Texto Inicial do Projeto de LeiTexto Inicial do Projeto de Lei

PROJETO DE LEI2771/2024
Autor(es): VEREADOR ÁTILA NUNES


A CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO
D E C R E T A :
Art. 1º Fica declarado Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial da Cidade do Rio de Janeiro a Procissão de Santa Sara Kali, em Guaratiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro. 

 
Art. 2º Para fins do disposto nesta Lei, o Poder Executivo procederá aos registros necessários, conforme determina o Decreto nº 23.162, de 21 de julho de 2003. 

 
Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

 

 

Plenário Teotônio Villela, 12 de dezembro de 2023.


JUSTIFICATIVA



O projeto de lei tem como objetivo declarar Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial, da Cidade do Rio de Janeiro a Procissão de Santa Sara Kali em Guaratiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

 

A Procissão de Santa Sara Kali em Guaratiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro, é um evento cultural de profundo significado que merece o reconhecimento como Patrimônio Cultural Imaterial. Iniciada em 2022 por Mãe Manu da Oxum e pelo Templo de Umbanda Tsara Paixão Cigana, essa celebração anual ocorre no mês de maio e é uma homenagem a Santa Sara Kali e aos Povos Originários Ciganos.

 

Existem várias razões pelas quais a Procissão de Santa Sara Kali merece esse reconhecimento: 

 

1. União de Diversas Religiões: A Procissão representa uma verdadeira expressão de ecumenismo, reunindo pessoas de diferentes crenças religiosas para homenagear Santa Sara Kali, que é reverenciada por diversas religiões. Isso demonstra a importância da tolerância e do respeito inter-religioso. 

 

2. Fomento da Cultura e da Arte: A Procissão incorpora elementos culturais variados, incluindo música, dança, exposições artísticas e literatura. Além disso, proporciona oportunidades para que artistas locais apresentem seus talentos, contribuindo para o enriquecimento da cena cultural da região. 

 

3. Inclusão e Diversidade: O evento acolhe workshops, palestras e bate-papos que abordam questões de diversidade, sustentabilidade, segurança alimentar e soberania alimentar. Além disso, oferece serviços holísticos e terapêuticos que visam o bem-estar físico e espiritual dos participantes. 

 

4. Feira de Empreendedores: A Procissão inclui uma feira de empreendedores que dá destaque aos negócios locais, gerando oportunidades de renda e fortalecendo a economia da comunidade. 

 

5. Santuário e Diálogo Inter-Religioso: A Procissão inspirou a criação de um santuário que promove o diálogo inter-religioso, onde várias crenças se reúnem em respeito mútuo. Isso é fundamental para a promoção da paz e harmonia entre diferentes grupos religiosos. 

 

6. Valorização dos Povos Originários Ciganos: A Procissão reconhece a importância dos Povos Originários Ciganos, que historicamente enfrentaram desafios e discriminação. O evento contribui para a conscientização e valorização dessa cultura. 

 

7. Data Significativa: O evento ocorre no dia 24 de maio, a data de Santa Sara Kali, o que torna o reconhecimento como Patrimônio Cultural Imaterial ainda mais apropriado, ressaltando a relevância da Santa e a ausência de reparações significativas aos Povos Originários Ciganos. 

 

A Procissão de Santa Sara Kali não é apenas um evento cultural; é uma manifestação de solidariedade, unidade e respeito que enriquece a vida da comunidade em muitos aspectos. Portanto, é justamente solicitado o reconhecimento como Patrimônio Cultural Imaterial, com a oficialização da data em 24 de maio, como uma homenagem não apenas a Santa Sara Kali, mas também aos Povos Originários Ciganos e à diversidade cultural que essa celebração representa. 

 

Em razão do exposto, apresento a presente proposição, na certeza do apoio dos meus nobres pares para a sua aprovação.

Texto Original:


Legislação Citada



DECRETO Nº 23162 DE 21 DE JULHO DE 2003

 

Institui o registro de bens culturais de natureza imaterial que constituem patrimônio cultural carioca e dá outras providências.

 

O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais e,

 

considerando o Programa de Proteção e Valorização do Patrimônio Cultural e do Meio Ambiente Urbano previsto no Plano Diretor, Lei Complementar n.º 16/92;

 

considerando a necessidade de proteger formas de expressão, modos de fazer e viver, criações científicas, tecnológicas e artísticas, manifestações culturais e sociais que conferem identidade cultural ao povo carioca;

 

considerando a necessidade de se preservar a memória coletiva da sociedade carioca;

 

DECRETA

 

Art. 1.º Fica instituído o Registro de Bens Culturais de Natureza Imaterial que constituem patrimônio cultural carioca. 

 

Art. 2.º Os Bens Culturais de Natureza Imaterial que constituam o patrimônio cultural carioca serão registrados da seguinte forma:

 

I - Livro de Registro dos Saberes, onde serão inscritos conhecimentos e modos de fazer enraizados no cotidiano das comunidades;

 

II - Livro de Registro das Atividades e Celebrações, onde serão inscritos rituais e festas que marcam a vivência coletiva do trabalho, da religiosidade, do entretenimento e de outras práticas da vida social;

 

III - Livro de Registro das Formas de Expressão, onde serão inscritas manifestações literárias, musicais, plásticas, cênicas e lúdicas;

 

IV - Livro de Registro dos Lugares, onde serão inscritos as áreas urbanas, as praças, os locais e demais espaços onde se concentram e se reproduzem práticas culturais coletivas.

 

a) Poderá ser reconhecida como sítio cultural carioca área de relevante interesse para o patrimônio cultural da cidade, visando à implementação de política específica de inventário, referenciamento e valorização desse patrimônio.

 

§ 1.º Caberá ao Conselho Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural determinar a abertura de outros livros de registro para a inscrição de bens culturais de natureza imaterial que constituam patrimônio cultural carioca e não se enquadrem nos livros definidos neste artigo.

 

§ 2.º A inscrição num dos livros de registro terá sempre como referência a continuidade histórica do bem e sua relevância local para a memória, a identidade cultural e a formação social carioca. 

 

(...)

Atalho para outros documentos



Informações Básicas

Regime de Tramitação Ordinária
Projeto
Link:

Datas:
Entrada 12/12/2023Despacho 01/04/2024
Publicação 01/12/2024Republicação

Outras Informações:
Pág. do DCM da Publicação 4/5 Pág. do DCM da Republicação
Tipo de Quorum MS Arquivado Não
Motivo da Republicação Pendências? Não


Observações:



DESPACHO: A imprimir e à(s) Comissão(ões) de:
Comissão de Justiça e Redação, Comissão de Administração e Assuntos Ligados ao Servidor Público, Comissão de Cultura.
Em 04/01/2024
TÂNIA BASTOS - Presidente em Exercicio


Comissões a serem distribuidas


01.:Comissão de Justiça e Redação
02.:Comissão de Administração e Assuntos Ligados ao Servidor Público
03.:Comissão de Cultura

Show details for TRAMITAÇÃO DO PROJETO DE LEI Nº 2771/2024TRAMITAÇÃO DO PROJETO DE LEI Nº 2771/2024
Hide details for TRAMITAÇÃO DO PROJETO DE LEI Nº 2771/2024TRAMITAÇÃO DO PROJETO DE LEI Nº 2771/2024

Cadastro de ProposiçõesData PublicAutor(es)
Hide details for Projeto de LeiProjeto de Lei
Hide details for 2024030277120240302771
Two documents IconRed right arrow IconHide details for DECLARA PATRIMÔNIO CULTURAL DE NATUREZA IMATERIAL DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO A PROCISSÃO DE SANTA SARA KALI, DECLARA PATRIMÔNIO CULTURAL DE NATUREZA IMATERIAL DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO A PROCISSÃO DE SANTA SARA KALI, EM GUARATIBA, ZONA OESTE DO RIO DE JANEIRO => 20240302771 => {Comissão de Justiça e Redação Comissão de Administração e Assuntos Ligados ao Servidor Público Comissão de Cultura }01/12/2024Vereador Átila Nunes
Blue right arrow Icon Envio a Consultoria de Assessoramento Legislativo. Resultado => Informação Técnico-Legislativa nº19/202402/16/2024
Blue right arrow Icon Distribuição => Comissão de Justiça e Redação => Relator: VEREADOR DR. GILBERTO => Proposição => Parecer: Pela Constitucionalidade04/10/2024
Blue right arrow Icon Distribuição => Comissão de Administração e Assuntos Ligados ao Servidor Público => Relator: VEREADOR PROF. CÉLIO LUPPARELLI => Proposição => Parecer: Favorável, Verbal - Em Plenário híbrido04/11/2024
Blue right arrow Icon Distribuição => Comissão de Cultura => Relator: VEREADOR CESAR MAIA => Proposição => Parecer: Favorável, Verbal - Em Plenário híbrido04/11/2024
Blue right arrow Icon Discussão Primeira => Proposição 2771/2024 => Encerrada04/11/2024
Acceptable Icon Votação => Proposição 2771/2024 => Aprovado (a) (s)04/11/2024
Blue right arrow Icon Discussão Segunda => Proposição 2771/2024 => Encerrada04/18/2024
Acceptable Icon Votação => Proposição 2771/2024 => Aprovado (a) (s)04/18/2024
Two documents IconBlue right arrow Icon Tramitação de Autógrafo; Envio ao Poder Executivo05/02/2024Vereador Átila Nunes
Blue right arrow Icon Ofício Origem: Poder Executivo => Destino: Presidente da CMRJ => Comunicar Veto Total => 05/22/2024
Blue right arrow Icon Despacho => Veto Total => 2771/2024 => A imprimir e à Comissão de Justiça e Redação e Comissão de Mérito.05/22/2024
Blue right arrow Icon Distribuição => Comissão de Justiça e Redação => Relator: VEREADOR INALDO SILVA => Veto Total => Parecer: Pela Rejeição ao Veto05/30/2024
Blue right arrow Icon Distribuição => Comissão de Mérito => Relator: VEREADOR DR. ROGERIO AMORIM => Veto Total => Parecer: Pela Rejeição ao Veto, Verbal - Em Plenário06/19/2024
Blue right arrow Icon Discussão Única => Veto Total 2771/2024 => Encerrada06/19/2024
Blue right arrow Icon Votação => Veto Total 2771/2024 => Rejeitado o Veto06/19/2024






   
Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Acesse o arquivo digital.